Pular para o conteúdo
Início » Como dar entrada na aposentadoria e quais documentos devem ser organizados?

Como dar entrada na aposentadoria e quais documentos devem ser organizados?

Como dar entrada na aposentadoria e quais documentos devem ser organizados

Como dar entrada na aposentadoria se relaciona diretamente com a solidez de documentos em posse do segurado, considerando que na falta de prova material sobre fato alegado, os documentos possíveis devem ser buscados antes do requerimento do benefício de aposentadoria.

É necessário reunir documentos de vínculo trabalhista, documentos pessoais, extratos previdenciários sobre tempo de contribuição e quaisquer outros elementos que comprovem que o segurado cumpriu todos os requisitos e documentos para concessão do benefício, exemplo:

• carteira de trabalho;
• carnês de contribuição – se é o segurado quem paga diretamente o INSS;
• PIS/PASEP;
• certidão de tempo de contribuição;
• RG, CPF e comprovante de endereço, etc.
Na eventualidade de requerer aposentadorias específicas, como aposentadoria para pessoa com deficiência, trabalhador rural, especial, é necessário ainda coletar os documentos referentes às especificidades perseguidas como:
• Laudos médicos, exames, receituários;
• Formulários para trabalhador rural ou pescador artesanal;
• Documentação rural (declarações de imposto de renda, notas fiscais, documentos de cooperativa, etc.);
• PPP – Perfil Profissiográfico Previdenciário;
• Contratos de serviço;

 

 

Em caso de dúvidas ou para mais informações é aconselhável ligar para o número 135, consultar o site oficial do INSS ou contatar um advogado especialista na área previdenciária para te ajudar .

Caso uma pessoa física esteja procurando um advogado para representá-la no Brasil, ela precisará encontrar um advogado do INSS.

Os advogados especializados nesse tipo de direito são chamados de “advogados do INSS”. Eles são frequentemente contratados por indivíduos a quem foram negados benefícios previdenciários ou fundos de aposentadoria por causa da definição de “invalidez” do governo brasileiro.

Facebook
LINKEDIN
Instagram
×